terça-feira, 26 de janeiro de 2010

PEDRA


O distraido nela tropeça.
O bruto a usou como projétil.
O empreendedor, usando-a, construiu.
O camponês, cansado da lida, dela fez assento.
Para meninos, foi brinquedo.
Drummond a poetizou.
Já Davi matou Golias.
Michelangelo extraiu-lhe a mais bela escultura.
Em todos esses casos a diferença não esteve na pedra, 

mas no homem.

Não existe "pedra" no seu caminho que você não possa aproveitar para seu próprio crescimento.


 Texto de autor não identifcado. Recebi da amiga ARLETE HILDA

do blog  http://aramurba.blogspot.com/

8 comentários:

Fernanda disse...

Perfeito! É isso mesmo, mas quantas vezes não olhamos para ela só como algo que nos faz tropeçar?! Um desperdício, não é?

Beijos, Ceci.

Amapola disse...

BOM DIA!...

E Fernando Pessoa disse:

"AS PEDRAS QUE ENCONTRO NO CAMINHO, GUARDO TODAS; UM DIA, CONSTRUO UM CASTELO".

Um grande abraço.

Caraminholas disse...

olá tia.. obrigada pela força, pela energia, pelo exemplo...

te adoro!!!

beijos da sobrinha

Bia

ps: que as pedras sejam meus degraus...

Ernâni Motta disse...

A despeito de alguns que tentam provar ao contrário, o Homem há de fazer sempre a diferença.
Um abraço.

Amapola disse...

BOM DIA, CECI.
BOM TRABALHO E FIQUE COM DEUS!
Um abraço.

Amapola disse...

Bom dia, Ceci.
Bom carnaval.
Um grande abraço.

Amapola disse...

Bom dia, menina Ceci.

Um grande abraço.

Amapola disse...

Feliz dia da Mulher!

Um grande abraço.