domingo, 6 de maio de 2007

A MARIA, A LOUCA

O corpo desnudo, / O rosto molhado / chora os abraços / perdidos na estrada, / entre grades Maria! / Mãos se alvoroçam no ar, / vazias se encolhem / no murcho ventre. / O peito, em soluços, / se quebra, em gemidos / ouvidos na estrada / Restos de comida / no barro do chão / tigela sem vida, / caneca vazia de afeto. / Entre grades Maria, / a louca do caminho... / Conta-se do filho, / no ventre proibido, / da moça sem razão. / Maria quer voar, / com asas de cera, / destino ilusão / sem grades morrer, / ou perder-se no mar / atrás da montanha, / em vale florido! /
Uma flor para Maria!/
********************* Barro é ..."um pedaço da Terra Mãe, plástica, suave, sensual para as mãos de mulheres e de homens que buscam entender os segredos e as possibilidades da cerâmica. Barro é encante". Maria dos Mares

18 comentários:

katia disse...

Olá, como vai você? Vim te dizer que terei que espassar mais as minhas entradas nos blogs que gosto de visitar porque estou em processo de adoção de uma criança e meus finais de semana estão preenchidos, mas não deixem de me visitar.Boa semana

Lino disse...

Ceci:
Belo poema. Nele, Maria pode ser uma sonhadora presa, louca, não.h

Márcia(clarinha) disse...

Que desejo intenso de liberdade, bela poesia!
Linda semana minha querida,
beijossssssssssss

ana. disse...

OLá, Ceci...
Desculpe naum ter mais voltado aqui, ms hj vim conferir td a sua gana de viver melhor...
A MARIA, A LOUCA... é ums miscelanea de muitas de nós q "acreditam e tem fé na vida". Gostei muito.
Boa semana...
Beijos Poéticos.
;**

Lunna disse...

Estou arrumando meu blog, incluindo os links e como costumo fazer, estou passando para avisar que linkei você. Caso tenha algo contra: (olha o suspense) fale agora ou se cale para sempre...
Beijos no final da manhã de sol, sem nuvens e sem meu velho bom humor da madrugada (risos).
Lunna

Crys disse...

Marias! Qtas há? querendo voar, perder-se no mar, num vale florido...somente ser amada e amar.
Lindo Ce, uma liberdade poética. Vou deixar um recado no mural, não gosto de ficar de fora, de inaugurações, rsrsrs. Um beijão amiga!

Elizabeth disse...

OI Cecilinda,
Estou de volta, com muita preguica mas de volta e devargazinho.
Estava com saudades de casa , do blog e de todos voces.
Beijos

Loba disse...

Uma flor para Maria! Uma flor para Ceci!
Ainda que devagar, estou andando... e lendo! rs...
Um beijo grande amiga!

Crys disse...

Querida Ce,
Impossibilitada de abraçá-la pessoalmente, envio o meu carinho e meus sentimentos. Que a paz esteja com você e seus familiares neste momento da perda do vosso querido pai. Que Deus os ampare nos momentos da dor da ausência e da saudade. Estamos todos, unidos em oração.
Te beijo amiga! Fica bem!

Jota Effe Esse disse...

Em teu post duas Marias são merecidamente homenageadas, a louca do caminho, com suas carências, e a Maria dos Mares com seu universo estampado no barro. Gostei do texto cheio de ternura. Beijos.

dácio jaegger disse...

É a imponderabilidade que age mesmo que o que tem de acontecer se faça. Idéia que sempre mantemos afastada porque sendo vida só ela nos interessa. Das outras porções estamos buscando curas e prolongamentos; porém chega o momento de curvar-nos.Há que ceder lugar. Os que ficamos tornamo-nos pesarosos, pois aqui ainda é um bom lugar, e compartilhar sempre é sublime.Estejam melhores na tristeza, a cada dia; sois e luas irão e voltarão e reinarão sobre os alvoreceres.Orando por todos./A braço.

benechaves disse...

Oi, amiga: muito grato pela visita, já era pra ter aparecido por aqui. Não posso ir a João Pessoa, mas agradeço o convite. Olha: o visual de seu blogue tá lindo. Parabéns! Espero que continue a apanhar os seus sonhos.

Um beijo de paz..

Adonis disse...

E Maria, voou?! Voa Maria, voa...
Beijos saudosos e carinhosos querida!

Claudinha disse...

Olá Ceci, quantas Marias mães do acaso... Lindo texto,sempre pensando no social querida! Beijos!

adelaide amorim disse...

A loucura aparece mais em algumas pessoas, mas não as torna muito diferentes de nós, não é? Um beijo, Ceci.

benechaves disse...

Oi, amiga: passando por aqui à cata de novidades. E aproveito e convido-a a apanhar novos sonhos. Uma ótima semana e que tudo fique em paz.

Um beijo sonhado...

Loba disse...

Ei! Cadê tu, amiga? Saudades....
Beijo grandão.

rubo medina disse...

Ceci, considero essa Maria uma metonímia, um representativo de muitas.
Abraços, bom fds. Fique na paz.