quarta-feira, 6 de fevereiro de 2008

C A F U Ç U

CAFUÇU: V. Diabo. Indivíduo grosseiro, inábil. Bras. GO. Roceiro, asselvajado. Isso é o que diz o AURÉLIO. Em João Pessoa, o bloco arrasta multidões, sem precisar sair do lugar. É convocar e todo mundo aparece pra terminar o carnaval, da maneira mais criativa que se possa imaginar, como nos bons tempos. A fantasia é qualquer roupa que saia da rotina, mude a aparência de seriedade. Jogue uma peruca, ou pinte a cara com cores livres, ou vista seu pijama velho e caia na dança. De preferência, leve os amigos, faça uma roda e brinque à vontade. Adeus estresse, adeus! Fale, cante, brinque, suba no carro e desfile sua beleza! A noite termina, a meia noite já passou, lá vem madrugada! Aí se ouvem os foguetões, é hora de o cafuçu se mexer no trajeto entre duas praças do centro histórico. Se alguém pensa que só tem uma banda, enganou-se! São dezenas de grupos de músicos, com seus instrumentos, camisa C A F U ÇU, animando o bloco. Cada vez mais gente adere ao simples carnaval, sem gritos, muita liberdade e espontaneidade: famílias inteiras, grupos de amigos de todas as idades dançam sem parar. Muitos chegam cedo, com suas caixas de bebidas, do seu jeito, abastecem seu pessoal. Tudo vale a pena, nesse mar de alegria. Então, a receita paraibana pra desestressar é aderir ao cafuçu!

8 comentários:

Dira disse...

ainda n fui no cafuçu por pura covardia (o pânico das multidões), mas eu dia eu vou, pode ter certeza. aquilo alí é contagiante.

Crys disse...

eu quero ver fotos, fiquei mais curiosa ainda... beijocas
Aproveita, coloca as fotos das tuas artes... sou fascinada por artesanatos. beijocas dinovo!

Osc@r Luiz disse...

Carnaval não é exatamente a minha praia, minha amiga.
Mas talvez, nesse clima que descreveu eu me animasse.
Conheci João Pessoa há coisa de quatro anos e espero voltar um dia.
Um beijo e uma boa "semaninha curtinha".

ana poeta. disse...

Ceci...

Esse carnaval ai deve ser o máximo, naum gosto de carnaval, prefiro o meu lar doce lar, ms esse dai seria uma boa opção.

Beijones.
;**

Lino disse...

Acho que por todo o Brasil temos manifestações semelhantes, mas como hoje não sou ligado em Carnaval, não sei exatamente se isso ocorre.

Anônimo disse...

E viva o CAFUÇU, que não deixa o carnaval de verdade morrer. Meu beijo. Jota Effe Esse.

Loba disse...

deu uma inveja!!!! adoro carnaval, adoro o folclore e agora adoro o cafuçu! meu carnaval foi um tanto diferente, mas chorinho de bebê querido é tb uma grande alegria, né? rs
beijo querida.

olhodopombo disse...

deve ser legal,
eu vou estar somente lendo e escrevendo,
nada de multidões....